Prémios PEN para as obras publicadas no ano de 2014, com o apoio da DGLAB

POESIA: Isabel Mendes Ferreira, O Tempo é Renda (Labirinto de Letras), ex-aequo com Luís Quintais, O Vidro (Assírio & Alvim). Júri: Victor Oliveira Mateus, Casimiro de Brito, Paula Mendes Coelho. ENSAIO: Mário de Carvalho, Quem Disser o Contrário é Porque Tem Razão (Porto Editora). Júri: Ricardo Gil Soeiro, José Pedro Serra e Paula Cristina Costa. NARRATIVA: Paulo Varela Gomes, Hotel (Tinta-da-China). Júri: Rita Taborda Duarte, Paula…

“Mare Nostrum: Sabers e Lums: Un singular plurial”. Sobre o 4º Encontro Euro-mediterrânico do PEN em Narbonne, de 25 a 28 de Junho de 2015

Como nos contou Miquèla Stenta, a tradição occitana criou um conceito de “Cortesia”, patente desde os tempos da poesia trovadoresca e que inclui “larguesa” (valor do dom), “prètz” (mérito de sentimentos elevados e de comportamento requintado), “convivência” (arte de viver juntos), “sen e saber” (sensibilidade e conhecimento), “fin d’amor” (conhecimento através do amor humano) e “paratge” (nobreza de coração, espírito e alma). Mas não serão…

47º Encontro do Comité de Escritores para a Paz em Bled (Eslovénia), de 6 a 10 de Maio de 2015

Teve lugar em Bled (Eslovénia) o 47º Encontro do Comité de Escritores para a Paz, com a participação de 54 escritores de 54 escritores de 27 Centros, bem como do Presidente, do Secretário e de dois membros directivos do PEN Internacional, respectivamente John Ralston Saul, Hori Takeaki, Antonio della Rocca e Teresa Salema. As duas mesas-redondas decorreram em torno dos temas “O escritor numa sociedade…

Eleições no PEN em 4.5.2015

Foi eleita a Lista A dos Órgãos Associativos do PEN (lista única) para o triénio 2015-2017. É composta pelos seguintes membros: Direcção – Teresa Salema (Presidente), Maria João Cantinho (Secretária), Victor Oliveira Mateus (Tesoureiro), António Carlos Cortez e Rita Taborda Duarte (Vogais); José Viale Moutinho e Ricardo Gil Soeiro (Suplentes). Mesa da Assembleia Geral – Paula Morão (Presidente), Francisco Belard (1º Secretário), Paula Mendes Coelho…

A voz das línguas, o ruído dos livros, a música das traduções: Notas sobre o encontro do Comité de Tradução e Direitos Linguísticos, em Barcelona, de 21 a 23 de Abril de 2015

   Na sua conferência de abertura, o escritor ucraniano Andrey Kurkov (que vive entre Kiev e Londres) falou de uma língua extinta no longínquo Daguestão. Dela não restam vestígios, uma vez que desapareceram as três últimas pessoas que ele e a mulher tinham ainda podido conhecer. Quantas línguas vêem a sua vida ameaçada, à semelhança de escritores e jornalistas? Não seria de criar uma linha…