a Carta

O P.E.N. Clube é a maior e a mais importante organização mundial de escritores empenhada na defesa da liberdade de expressão, bem como de direitos e valores humanistas.

Os seus princípios estão consagrados na Carta Internacional do P.E.N., e são os seguintes:

1. A Literatura não conhece fronteiras e deverá manter-se como o legado comum de todos os povos, independentemente de quaisquer convulsões políticas ou internacionais.

2. Em todas as circunstâncias, e particularmente em tempo de guerra, as obras de arte – que são património da humanidade em geral –  não poderão ser afectadas por paixões políticas ou nacionais.

3. Aos membros do P.E.N. cabe sempre usarem a influência que tiverem em benefício da boa compreensão e respeito mútuo entre as nações. Obrigam-se a comprometerem-se empenhadamente no combate pela expulsão de ódios de origem  racial, de classe ou nacional, e a ser paladinos do ideal de uma humanidade a viver num mundo em paz.

4. O P.E.N. defende o princípio da livre transmissão do pensamento dentro de cada nação e entre todas as nações. Os seus membros comprometem-se a combater toda e qualquer forma de atentado à liberdade de expressão no país e na comunidade a que pertencem, bem como no mundo, onde quer que isso seja possível. O P.E.N. defende uma imprensa livre e opõe-se à censura arbitrária em tempo de paz. Acredita que o necessário avanço do mundo em direcção a uma ordem política e económica mais elevadas, torna imperativo o exercício da crítica a governos, administrações e instituições. E dado que a liberdade implica auto-restrição, os membros do P.E.N. comprometem-se a fazer oposição a tais males na imprensa livre, como a divulgação de mentiras, falsidades deliberadas e distorção de factos para fins políticos e pessoais.

Be Sociable, Share!